Sexo Tântrico. 5 passos para o saber e prazer!


* Por Marcos Santos

Você já pensou em algum dia foder com amor? E fazer um amor foda?

Fazer sexo com quem se ama pode ser a melhor coisa do mundo. Colocar em prática este sentimento nobre com o desejo latente nos leva a experiências sexuais muito mais satisfatórias. E quando o sexo é coisa de outro mundo?

Este é o caso do sexo tântrico, que é considerado por muita gente como uma coisa fantástica, mas que pode ser aplicada por qualquer casal.

A tradução literal de Tantra é um caminho para a libertação através da expansão do autoconhecimento. É uma aprendizagem conjunta. Uma descoberta de novos territórios.

Nesta modalidade, o sexo não tem foco no orgasmo, mas sim no caminho até ele, ou seja, quanto menos pressa o casal tiver para alcançar o orgasmo, maior será o prazer.

O que define sexo tântrico?

Para que uma relação sexual seja considerada tântrica é necessário que alguns princípios sejam seguidos: transfiguração, contenção e sublimação.

Transfiguração

É a adoração do que há de divino no outro. Tem a ver com um olhar para o outro nos olhos durante vários minutos, olhar para o corpo inteiro do parceiro, reconhecendo na outra pessoa uma manifestação particular de divindade.

Contenção

Significa contenção sexual. No caso de homens, não-ejaculação, e no caso de mulheres, sem orgasmos explosivos (clitorianos). Poucos homens aprenderam que orgasmo é diferente de ejaculação, e que eles também podem ter orgasmos múltiplos. E mulheres que se conhecem já entenderam que existem diferentes tipos de orgasmo e que os internos podem ser mais poderosos e satisfatórios que os clitorianos.

Durante o sexo tântrico o parceiro ajuda o outro parando quando necessário. Envolve muita comunicação entre o casal, paciência, companheirismo e intimidade. Durante esses momentos também é importante sublimar a energia.

Sublimação

É o ato de aumentar a energia sexual, atingindo assim outros estados de consciência. Durante o sexo e depois dele, usando técnicas de respiração e meditação para ajudar essa energia a se espalhar por outras partes do corpo. Em Tantra entende-se que há inúmeros centros de energia no corpo, chamados Chakras, e aprende-se a controlar e mover essa energia de um chakra para outro.

Como funciona?

Um dos pontos de destaque do sexo tântrico é o poder conferido à figura feminina, vista como uma espécie de divindade. São elas as grandes responsáveis pela condução da transa tântrica.

A dominação da mulher sobre o homem ocorre de várias formas, incluindo nas posições escolhidas, especialmente aquelas em que a mulher fica por cima do corpo do homem.

Como praticar o sexo tântrico em 5 passos

  1. Prepare o ambiente

O ambiente deve ser limpo e tranquilo. Use incensos, velas, flores, frutas, tudo é valido, desde que nada muito sexual ou apelativo. Até porque a intenção não é o sexo comum ou selvagem, mas sim a conexão espiritual.

  1. Comece com carícias sutis

Para começar, nada melhor do que ficar de frente para a sua parceira, trocando olhares de carinho e paixão, bem como dizendo palavras de afeto, incluindo elogios ao corpo e à personalidade dela.

Aos poucos, vá tocando o corpo dela suavemente, passando para carícias mais fortes à medida que o tesão aumenta.

  1. Penetração diferenciada

Na hora da penetração, contenha a ansiedade de querer logo ir com tudo. Faça de modo lento e suave. No decorrer da transa, faça breves pausas na penetração, aproveite para outros tipos de estímulos. No lugar do convencional vai e vem, é necessário penetrar profundamente sem movimentos bruscos, dando tempo para a parceira fazer contrações dos músculos da vagina enquanto seu pênis estiver dentro dela.

  1. Afeto sem parar

As carícias devem ocorrer a todo instante, especialmente nas zonas erógenas, como nuca, orelhas e outras partes do corpo. Assim, o aproveitamento do sexo tântrico será muito maior.

  1. Massagem tântrica

O sexo tântrico envolve principalmente massagens. Use as mãos, a boca, os braços, pernas, tudo, mas sempre de forma carinhosa. Abuse dos óleos e cremes de massagem. Explorem as partes do corpo um do outro, isso fará com que descubram novas formas de prazer.

NÃO TENHA PRESSA! Desliguem celulares e afastem os relógios. Tirem um dia de folga para dedicarem-se a esta prática.

Se você ainda possui algum tabu ou proibições na hora do sexo, talvez seja a hora de quebrar algumas regras. Para o sexo tântrico não cabe à vergonha ou preconceito. O prazer de estar com quem se ama vem em primeiro lugar. Experimente!


20 visualizações